Agrupando/Desagrupando Aula 10

Estas duas ações são frequentemente usadas e são ferramentas valiosas para manipular e ajustar imagens. Para compreender estes conceitos, primeiro é preciso compreender o que são imagens agrupadas e desagrupadas. A seguir temos um exemplo de uma imagem de linhas múltiplas:

A imagem possui dois conjuntos de linhas. Uma parte é o corpo da folha e o caule, e a outra parte são os detalhes internos da folha. A imagem é agrupada para que, ao movê-la pela tela, não seja necessário mover a linha externa da folha e depois a parte central independentemente e tentar alinhá-la.

Embora não seja necessariamente importante saber exatamente quantas partes de linha uma imagem possui, é importante compreender que imagens de linha única não são agrupadas com nada, enquanto tudo que possui várias partes é ou pode ser agrupado.

 Agrupando

Desagrupando Qualquer imagem que contenha mais de um conjunto de linhas pode ser desagrupada para que as suas partes sejam tratadas de formaindependente, removidas, giradas, redimensionadas ou manipuladas de qualquer outra forma sem que seja necessário manipular aimagem como um conjunto. Por exemplo: você quer cortar a imagem de um bolo, mas quer desagrupar a imagem para remover algumas das decorações internas.

Uma vez desagrurada, a imagem será exibida com caixas de seleção individuais ao redor de cada nova parte da imagem desagrupada que agora pode ser manipulada: Para acessar as partes desagrupadas individuais, você pode cancelar a seleção da sua imagem e clicar em qualquer parte independente para remoção ou manipulação.

Caminhos Compostos O conceito de caminhos compostos é importante para compreender por que certos atributos podem ser aplicados de formas diferentes a situações aparentemente idênticas. Caminhos compostos são uma coleção de dois ou mais conjuntos de linhas onde as linhas internas estão inseridas na imagem. Um caminho composto pode parecer igual a um conjunto de linhas agrupado, mas é bem diferente em termos de como reage ao preenchimento de cor, por exemplo.

Nos exemplos acima, as duas imagens de cima são vistas de frente e parecem idênticas. Mas ao examinar o conjunto de imagens de baixo, as diferenças são visíveis. Com a imagem da esquerda, de um ponto de vista lateral vemos um círculo cinza com um conjunto de olhos e boca que são três formas brancas separadas posicionadas em cima do círculo. Esta imagem não é um caminho composto. Com a imagem da direita, de um ponto de vista lateral vemos que estamos diante de um círculo com dois buracos e um sorriso inseridos na imagem.

Obviamente, as duas imagens serão cortadas exatamente da mesma forma na Silhouette, mas é importante compreender que existe uma diferença entre essas imagens, pois você poderá querer obter certos efeitos ao preencher imagens para aplicações de Impressão & Corte.As partes não preenchidas da imagem não podem ser preenchidas em imagens de caminho composto, pois essas áreas inseridas são espaço negativo. Caminhos compostos podem ser desagrupados para mover partes da imagem, mas a ação de desagrupamento irá liberar imediatamente o caminho composto e transformá-lo em uma imagem não-composta.. Para transformar uma série de imagens selecionadas em um caminho composto, você pode clicar com o botão direito até que todas as partes estejam selecionadas e selecionar Criar Caminho Composto. Da mesma forma, você pode clicar com o botão direito em uma imagem composta e selecionar Liberar Caminho Composto para realizar a ação oposta. Estas opções podem ser encontradas no menu Objeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *